“Come with me and you´ll be in a world of pure imagination”

“A Fantástica Fábrica de Chocolate” (Título original: Charlie and the chocolate factory) foi escrita por Roald Dahl e adaptada para o cinema duas vezes. Gerações se emocionaram com o livro e, principalmente com a mais famosa das versões filmadas, a de 1972 com o espetacular Gene Wilder.

É a história de Charlie Bucket, um menino que vivia uma vida miserável, com seus pais e seus quatro avós velhinhos numa humilde residência na Inglaterra do pós Segunda Guerra.

 

“A família toda — os seis adultos (podem contá-los) e o menino Charlie Bucket — mora numa casinha de madeira, nos arredores de uma cidade enorme. A casa era muito apertada para tanta gente, e a vida deles era muito desconfortável. Havia dois quartos e só uma cama. A cama tinha ficado para os quatro avós, porque eles estavam velhinhos e cansados — tão cansados que nunca se levantavam.

(…)

O Sr. e a Sra. Bucket e o menino Charlie Bucket dormiam no outro quarto. Seus colchões ficavam no chão. Na época do calor não era tão ruim, mas no inverno o vento soprava gelado, rente ao chão, a noite toda e era insuportável. Eles eram tão pobres que não podiam nem pensar em comprar uma casa melhor — nem mesmo uma cama a mais.

(…)

Os Buckets não morriam de fome, mas todos eles — os dois vovôs, as duas vovós, o pai de Charlie, a mãe de Charlie e o próprio Charlie — passavam o dia todo com uma terrível sensação de vazio na barriga.”

Anúncios

La Escrita

A palavra dita, sentida. Representada através de imagens, musicada. Expressa através do olhar.

Em La Escrita vemos e sentimos através de belos textos traduzidos das mais diversas formas, eternizados no ecrã de nossas memórias afetivas.

Se você é um amante das Letras e da Sétima Arte como eu, venha fazer parte dessa aventura. Deixe-se seduzir por La Escrita, e tudo de belo e envolvente que esse blog traz.

Bem vindo ao meu mundo. Bem vindo à La Escrita